5 dicas para driblar o bloqueio criativo

Post dedicado às dicas que vi no CuteDrop e achei bem legais pra nos ajudar a evitar e contornar os bloqueios criativos que às vezes nos atrapalham. Anotem aí!

1. Encha a sua caixinha

bloqueio-maru

O gato Maru

Imagine que o seu cérebro é uma caixa. O bloqueio criativo faz parecer que sua caixa está completamente vazia, certo? Oras, responda à essa sensação com uma ação: encha sua caixinha.

Como assim? Por mais aleatórias que possam parecer, buscar referências, diretas ou indiretas podem ajudar e muito seu cérebro a pegar elementos pra misturar, analisar e trabalhar na criação de algo novo.

Uma das técnicas utilizadas profissionalmente por criativos de diversas áreas, como designers e até mesmo coolhunters (pesquisadores de tendências) é o moodboarding. É uma feramenta mundialmente conhecida, usada para estimular a criatividade e até mesmo apresentar ideias. Aprenda mais sobre estas técnicas: inscreva-se aqui.

bloqueio-mood

Exemplo de moodboard.

2. Converse

bloqueio-ideas

Imagem via Shutterstock

Uma das coisas que aprendi com a publicidade, que muitas vezes os designers não fazem (digo isso por experiência própria), é trabalhar em dupla.

Geralmente, na publicidade, um diretor de arte e um redator sentam juntos para pensar em uma campanha. Por muitas vezes, ambos ficam olhando para o papel em branco, sem nada pra escrever. Mas eis que algum diz alguma coisa doida, o outro conta uma história sobre o fim de semana, fala sobre um meme que bombou na web, faz uma piadinha e pronto, daqui a pouco um surge com uma ideia e a dupla complementa.

Duas cabeças pensando é melhor do que uma, já dizia sua avó.

3. Não tenha medo de julgamentos

bloqueio-paper

Imagem via Shutterstock

O título deste tópico poderia ser também “calma, o papel não fala”.

Isso porque muita gente tem medo de escrever ideias bobas e inutilidades no papel em branco e quer logo inaugurar a folha com a ideia genial. Não tenha medo do seu caderno, ele não vai contar pra ninguém as besteiras que você escreve. Liste palavras aleatórias, escreva frases relacionadas com o tema sobre o qual você precisa pensar, desenhe até bonecos de palitinho, se ajudar. Mas não fique olhando pro papel achando que ele vai te dar uma dica. Nem tenha medo de usá-lo como quiser, porque ele não tem boca pra espalhar por aí.

4. Dê um tempo

bloqueio-cafe

Imagem via Shutterstock

Ok, não é propaganda de Kit Kat, mas o slogan “have a break”, encaixaria muito bem aqui. Se depois de todas essas dicas acima, o branco ainda continua, não brigue com ele. Dê um intervalo na luta. Insistir demais só vai fritar os seus neurônios e dar uma bela dor de cabeça. Finja que você perdeu no primeiro round e vá fazer outra coisa. Dê uma volta, vá correr, tome um café, veja um vídeo de gatos fofinhos, ou deite e ouça uma música. Simplesmente esqueça de tudo. Magicamente, um insight pode aparecer quando você menos esperar. O banheiro e a cama são ótimos locais onde o insight gosta de aparecer. Sabe-se lá porquê.

Quem dá essa dica é o Washington Olivetto, chairman da agência WMccann (fonte):

“Para me reciclar, eu preciso ir ao cinema, preciso namorar. Não posso me renovar respirando a minha área o tempo todo. Se fizer isso, vou produzir o mesmo que os outros. Preciso ver coisas diferentes. E, na verdade, nunca estou apenas trabalhando ou somente me divertindo. Estou sempre fazendo as duas coisas ao mesmo tempo. Isso que torna tudo mais fácil e agradável”.

bloqueio-washington

Washington Olivetto

5. Evite o desespero no próximo job

bloqueio-umbrella

Imagem via Shutterstock.

Pra muitos, lidar com o bloqueio criativo pela primeira vez pode ser tenso. Você não sabia que ele ia aparecer e ele prejudicou demais o seu prazo. Será que ele vai voltar?

Bom, a dica aqui é: deixe uma oportunidade pra que ele possa voltar, mas com a certeza de que quem ganha a briga é você.

Ou seja, ao receber um job, não tente resolver tudo de uma vez, em um só momento de brainstorming. Crie mais de um ou dois momentos em que você possa se dedicar a pensar no mesmo projeto. Assim, você tem a chance de colocar todas as dicas acima em prática sem stress. É como levar um guarda-chuva na bolsa mesmo em dia de sol. Se chover, você já está resolvido.

Agora é partir pra ideia genial.

(Imagem destaque: créditos Shutterstock)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s